Jeff Wendell Jeff Wendell
Navegar Por Categoria

AMANHÃ

"Siga-me"

É tempo

É tempo de gritar,

De correr na frente,

De riscar e rabiscar,

É tempo de ficar gritando,

De pensar em quem somos,

De lutar pelo que queremos.

Não deixe seu tempo se perder

Não deixe seu tempo se perder

Já foi o tempo

De perder tempo,

De desperdiçar seu próprio tempo,

E acreditar que se pode recuperar,

Recompensar

Ou trocar por outro tempo.

Já foi o tempo de acreditar,

Nas desculpas que o tempo que se passou não foi tempo perdido,

Porque já foi o tempo,

De deixar o tempo escorrer pela mãos.

Continue Lendo

Entre linhas

Linhas são caminhos da consciência,

São caminhos de nossa existência,

Traços e regaços de mangas e lutas

Linhas desalinhadas de rastros e traços criados por cada passo dado

São como representações claras de cada ação

São como a descrição fiel da sua própria realização.

Deixando os rastros das nossas escolhas

Deixando os rastros das nossas escolhas

Do acaso ou por acaso,

As linhas ganham formas

Se formam dia após dia

Alimentam quem somos

E potencializam nossas decisões

Ganham os espaços vazios

Colorindo o papel em branco

Criando nossas próprias histórias,

Continue Lendo

AVESSO

Avesso ao mundo descoordenado

Avesso ao mundo desorientado,

Desorganizado

E descartável.

Cada vez mais avesso

As pessoas superficiais,

Personalidades duvidosas,

Avesso ao jogo de interesses,

E a total falta de responsabilidades,

Falta de compromisso,

E aproveitamento barato da benevolência de poucos,

Dos poucos que ainda resistem a esse mundo ao avesso.

Avesso ao teatro do ser humano

Avesso ao teatro do ser humano

As pessoas estão do lado avesso,

Seus atos contra seus amores,

Suas dores consequências de suas decisões absurdas,

Sua maldade fantasiada de chapeuzinho vermelho.

Essas são a grande parte,

Que habitam corações diversos,

Atos diversos,

E ainda confundem o pouco do bem que persiste em lutar.

Continue Lendo

O MUNDO ESTÁ PELO AVESSO

Tudo está perdendo o sentido,

Ou não encontrando sentido algum.

Os amigos, estão se machucando

As famílias se desfazendo

Os amores sendo questionados,

A emoções trocadas por futilidades,

As crianças sem inocência,

Os jovens sem destino,

O amanhã sem uma luz.

As cores estão perdendo a vida

As cores estão perdendo a vida

Tudo está murchando,

Quando o aço de instalações ganham mais vida

Da natureza já edificada

O ar, cada vez mais artificial

Contaminado pelos erros dos homens,

A água, a ponto de virar moeda de troca

O fogo, queimando esperanças e sonhos

A terra, sendo devastada.

Continue Lendo

OUTRO DIA

Assim que tudo começou,
Numa noite solitária e fria
Com um corpo arrepiado e escondido entre os lençóis,
Onde as lágrimas umedeciam toda a face,
E as palavras se calavam dentro do peito.
Uma dor rompeu todos os laços,
E enrijeceu como pedra o coração.
Arrancando a espada do peito machucado,
Pelos enteperes da vida e
Turbulência das ilusões.

Pela janela novos dias e novos sonhos

Pela janela novos dias e novos sonhos


E ao nascer do sol,

Era outro dia,
E os olhos acreditavam em uma nova chance,
Em um lugar diferente deste,
visto pela janela de sempre.
Porque a história esperada,
Seria traçada em um novo lugar,
Com os sonhos, todos aqueles,
Que sempre foram desejados.Continue Lendo

SOMOS O NOSSO PRÓPRIO TEMPO

O tempo de escolhas,
A passagem dos dias e das noites
As perguntas e respostas
Somos o vento e seus caminhos,
Os cânticos e seus acordes,
Somos a pausa necessária,
Ou a parábola mais desejada,
Entre o sim e o não,
Somos todos os pensamentos.

Somos os passos do começo ou do fim

Somos os passos do começo ou do fim

O sorriso de segundos,
E as lágrimas de horas,
Somos consequências
De um estado de presença.
Somos a câmera lenta
Da queda da folha seca no outono,
Ou da bela flor desabrochando em plena primavera.
Somos a frieza das palavras no inverno,
Quando o mundo nos transforma em seres diferentes.
Somos o algo mais excessivo do verão,
Entre a expansão de toda nossa energia
E a transparência de um brilho próprio.
Tudo em um tempo próprio,
De descobertas e conquistas.

Continue Lendo

PASSADO, REFLEXO NO FUTURO

Onde ficou o nosso passado?
Falo de um passado mais distante, de muitas idades de muitas vidas,
Onde ficou a crença dessa época?
Onde perdemos a realidade que nos traz lembranças não reconhecidas?
Mas sentidas?
Onde deixamos no tempo partes da nossa história,
Do nosso caminho,
Do nosso jeito,
Da nossa própria vida,
Própria alma
E amor,

O quanto deixamos para trás?

O quanto deixamos para trás?

Devemos ter esquecido,
Ou o tempo maltratou e escondeu esses pedaços de nós mesmos.
Talvez como castigo,
Talvez como obstáculo,
Talvez como destino,
Talvez por merecimento
E ainda,
Talvez por crescimento pela necessidade de evoluirmos.

Não deixa seu passado escondido

Não deixa seu passado escondido

Enfim,
Mas a verdade é que nos reconhecemos em várias passagens.
Nos vemos como parte de algo,
Que não faz parte do hoje,
Faz parte de algum momento em que vivemos e nele construímos partes de nós.

Continue Lendo

HOJE EU ACORDEI MAIS CEDO

Tudo ainda está tão escuro,
Hoje acordei mais cedo,
Hoje não vejo aquele feixe de luz,
Não sinto as cores do outro lado.
Estranho,
Acordei mais cedo,
Mas o mundo não acordou para os meus olhos,
As formas não aconteceram diante dos meus olhos,
Acreditei que veria o mundo com muito mais cores,
Mas vejo neste momento apenas a escuridão.

Acordei mais cedo

Acordei mais cedo

Hoje quando acordei,
Queria tocar meus olhos,
Com um sentimento diferente,
Mas tive medo,
Por meu sentimento ser diferente demais,
Ou as pessoas me fazem acreditar que ele é diferente demais?

Apesar de ser tão cedo,
E o claro não é tão claro,
E a sensibilidade é um pouco dura,
E distante,
Acreditei que abrir os olhos mais cedo
Me traria a chance de compartilhar,
E a sensação de não estar só.

Continue Lendo

AS COISAS SEMPRE PODEM MUDAR

Mudar, é preciso!

Mudar, é preciso!

Você não acredita?
Você acha que não pode mesmo acontecer?
Ou você acha que seu mundo nunca será atingido por partículas de interrupções?
Você acredita mesmo que este caminho sempre será uma linha reta sem obstáculos?

Acredite,
Tudo pode mudar ao estalar dos dedos,
as flores podem secar,
Ou desabrochar no orvalho da manhã.
As dores podem cessar ou intensificar.
Os lábios podem ressecar,
E a voz sumir com o cansaço,
Ou com o excesso dos gritos de socorro.

Não se esconda das mudanças.

Não se esconda das mudanças.

Não acredite,
Que sempre será tão calmo assim,
Ou simples como parece.
Pois tudo pode sofrer alterações e o mundo perder as cores,
Ou de repente escurecer.
Então,
A melhor opção é estar preparado e
Acreditar sempre,
Que tudo pode mudar,
Que tudo pode se transformar,
E sua vida, ser uma nova vida,
Seu caminho ganhar novos atalhos,
Estradas diferentes,
Passageiros diferentes,
E ainda pode vir recheado de sentimentos mais frescos,
Mais duros,
Ou mais revitalizantes,
Ou ainda destruidores.

Continue Lendo

REVIRAR, VIRAR E CONTINUAR EM FRENTE

Turbilhão e reviradas

Turbilhão e reviradas

Somos arrodeados de uma confusão humana,
De sentidos para as escolhas,
Dos sentimentos confusos,
Do achismo constante de estarmos no caminho correto,
Das palavras camufladas de querer bem.
Esses e muitos outros fazem parte das reviravoltas,
Das mesas reviradas,
Das ações que reviram nossos sonhos,
Nossas esperanças,
E tudo que achamos que acreditamos.

Somos movidos pelas ações
Que reviram nossos encontros e desencontros
Somos revirados por ações daqueles que amamos
E daqueles que achamos que amamos,
Ou ainda daqueles achamos que nos amam.
E assim o dia a dia se torna confuso, ou claro.

As ações que nos movem

As ações que nos movem

Mas, somos seres humanos,
Somos movidos a emoções,
Razões,
Direções,
Incertezas,
Alianças,
Encontros e desencontros.
E sem fugirmos dessa e daquela situação que a vida nos põem em prova,
Aprendemos o que é verdadeiro e falso em nossas vidas,
Aprendemos a nos fortalecer,
Aprendemos a considerar mais e mais,
E sempre um alimentar um pouco mais a nossa alegria,
Com o que de fato nos faz felizes.

Continue Lendo

Jeff Wendell 2015 . Todos os direitos reservados.

Voltar ao topo