Jeff Wendell Jeff Wendell
Navegar Por Categoria

HOJE

"Siga-me"

AS COISAS SEMPRE PODEM MUDAR

Mudar, é preciso!

Mudar, é preciso!

Você não acredita?
Você acha que não pode mesmo acontecer?
Ou você acha que seu mundo nunca será atingido por partículas de interrupções?
Você acredita mesmo que este caminho sempre será uma linha reta sem obstáculos?

Acredite,
Tudo pode mudar ao estalar dos dedos,
as flores podem secar,
Ou desabrochar no orvalho da manhã.
As dores podem cessar ou intensificar.
Os lábios podem ressecar,
E a voz sumir com o cansaço,
Ou com o excesso dos gritos de socorro.

Não se esconda das mudanças.

Não se esconda das mudanças.

Não acredite,
Que sempre será tão calmo assim,
Ou simples como parece.
Pois tudo pode sofrer alterações e o mundo perder as cores,
Ou de repente escurecer.
Então,
A melhor opção é estar preparado e
Acreditar sempre,
Que tudo pode mudar,
Que tudo pode se transformar,
E sua vida, ser uma nova vida,
Seu caminho ganhar novos atalhos,
Estradas diferentes,
Passageiros diferentes,
E ainda pode vir recheado de sentimentos mais frescos,
Mais duros,
Ou mais revitalizantes,
Ou ainda destruidores.

Continue Lendo

REVIRAR, VIRAR E CONTINUAR EM FRENTE

Turbilhão e reviradas

Turbilhão e reviradas

Somos arrodeados de uma confusão humana,
De sentidos para as escolhas,
Dos sentimentos confusos,
Do achismo constante de estarmos no caminho correto,
Das palavras camufladas de querer bem.
Esses e muitos outros fazem parte das reviravoltas,
Das mesas reviradas,
Das ações que reviram nossos sonhos,
Nossas esperanças,
E tudo que achamos que acreditamos.

Somos movidos pelas ações
Que reviram nossos encontros e desencontros
Somos revirados por ações daqueles que amamos
E daqueles que achamos que amamos,
Ou ainda daqueles achamos que nos amam.
E assim o dia a dia se torna confuso, ou claro.

As ações que nos movem

As ações que nos movem

Mas, somos seres humanos,
Somos movidos a emoções,
Razões,
Direções,
Incertezas,
Alianças,
Encontros e desencontros.
E sem fugirmos dessa e daquela situação que a vida nos põem em prova,
Aprendemos o que é verdadeiro e falso em nossas vidas,
Aprendemos a nos fortalecer,
Aprendemos a considerar mais e mais,
E sempre um alimentar um pouco mais a nossa alegria,
Com o que de fato nos faz felizes.

Continue Lendo

ALGUMA COISA

Sabe de uma coisa,
Queremos tanto e sempre, tão mais,
Que muitas vezes esquecemos do que temos,
Esquecemos do que conquistamos,
Esquecemos como era tudo antes,
E como é tudo hoje.

Talvez as coisas resolvam acontecer com um tempo

Talvez as coisas resolvam acontecer com um tempo

Alguma coisa já mudou,
Algumas coisas tiveram que partir,
Outras coisas vieram e aconteceram,
Algumas, sem pedir licença e nos realizaram,
Outras bem duras
E nos fizeram amadurecer.
Mas, alguma coisa “coisou” nosso tempo,
Nos fez um pouco mais felizes,
Um pouco mais tristes,
E no final das contas a “coisa”
Te fez melhor.

Por isso, sabe de uma coisa,
O tempo é verbo,
Que age sem lentidão,
Sem contra-mão,
Sem desespero de causa ou contra alguma causa,
Ele simplesmente faz a coisa acontecer,
No momento certo, na hora certa,
Quando você menos espera
E quando você mais merece.

Continue Lendo

PALAVRAS, QUANDO DITAS…

Quando ditas,
Palavras vão ao vento.
Quando sentidas,
Palavras são mantidas no peito.
Quando ouvidas,
Palavras são mantidas na razão e na mente.
Quando tocadas,
Palavras são levadas a fogo e aço,
Forjadas no sentido da verdade ou da mentira.

Palavras Nuas

Palavras Nuas

Mas toda e qualquer palavra,
Deve por qualquer autor,
Ser assinada como valor sincero e individual.
Mesmo que registrada em lápis,
Para num futuro se desfazer com o toque das borrachas alheias.
Mas as palavras,

Palavras Gravadas

Palavras Gravadas

Continue Lendo

ME DIZ QUEM É VOCÊ

Me fale mais sobre você,
Me conte mais sobre sua história.
As pessoas nos cercam em todos os momentos,
de todos os lados,
e em sua grande maioria não fazemos ideia de como é seu sorriso,
qual sua cor predileta,
quais foram e quais são suas lutas.
Mesmo assim,
estamos arrodeados de histórias,
de pessoas que buscam algo,
que querem algo.

Que é você?

Que é você?

Estou ao seu lado,
sepultado pelo silêncio das palavras,
na agonia de descobrir quem és,
na angústia de não saber o que queres de mim ou dos outros que te cercam.
Estamos ao lado de tantos,
e destes muitos não sabemos a quem estender a mão,
não sabemos quem está aqui para o bem,
ou para o mal.

Tantas coisas são ditas,
tantas outras são ouvidas,
mas quais representam o sentido da relação humana?
Qual me diz mais sobre você?
Me apresenta sua personalidade e suas atitudes?
Qual protege a vida de nós mesmos,
e de nossos erros?
Não adianta sermos movidos a palavras sem sentido,
a acusações sem provas.
Pois nada disso me dirá a maior verdade sobre você,
ou sobre qualquer outro,
do que a intensidade do brilho do seu olhar,
a firmeza da sua voz,
a segurança nas suas ações,
a energia que emana de seus poros.

Continue Lendo

INTENSAMENTE

O que julgamos que será intenso em nossas vidas?
Ou será que a pergunta seria:
Qual será a intensidade que aplicaríamos em cada passo?
Em cada momento?
Em cada amor?
Em cada tortilha compartilhada com os amigos?
Em cada batalha das dificuldades ou das conquistas?
Em cada sim ou não registrado em nossas decisões?
Esse movimento de sentidos,
com certeza muda o nosso registro de nossos próprios interesses.

aprenda a viver intensamente

aprenda a viver intensamente

Sabemos ou saberemos mover montanhas
para as razões corretas?
Podemos confessar que não sabemos.
Mas, não podemos fugir.
Pois, sabemos da existência dos riscos,
e compete a nós escolhermos entre enfrentá-los ou não.
E a partir dai,
viver…
Intensamente…

coragem para viver os seus sonhos

coragem para viver os seus sonhos

Ao escolhermos,
sabemos, que pelo sim ou pelo não,
vamos ter que nos entregar intensamente,
ousar ou se calar intensamente,
arregalar os olhos ou fechá-los intensamente,
abrir os braços e voar ou recolhê-los afim de aquecer a decisão de não enfrentar riscos intensamente,
lutar ou ficar esperando acontecer intensamente.
Mas sempre fazer o melhor,
da melhor forna,
acreditando que poderemos chegar lá.

Continue Lendo

O SENTIMENTO DE AGORA

Não é verdade?
Sempre nos questionamos porque estamos nos sentindo assim.
O porque de tanta felicidade,
porque os olhos tristes,
porque tamanho medo ou receio,
porque está apaixonado ou cheio de ódio.

Ou seja,
colocamos em questionamento os nossos próprios sentimentos.
Será por falta de conhecimento de nós mesmos?
Será por insegurança do “arriscar”?
Enfim, questionamos e isso movimenta tudo em nossa vida,
trazendo lições, obstáculos e aprendizagem.
Claro, um pouco mais de conhecimento sobre nós mesmos.

Medo

Medo

Se sentimos MEDO,
tentamos nos esconder,
tentamos nos proteger,
ou ainda tentamos desviar do assunto.
Mas de alguma forma tentamos nos livrar da tensão causada
pelo medo corroendo os sentidos.
Tentamos não enfrentá-lo,
para não haver desgastes.
Tentamos suprir o mesmo espaço com outros sentimentos.
E ainda com medo, mudamos a página,
e pedimos a Deus uma página em branco sem sombras.
E o medo se vai, com passagem de volta
sem direito a avisos.
Ou não nos deixa, e acaba nos consumindo.
O medo é assim…
Invasivo!

Continue Lendo

PALAVRAS NÃO DITAS

Coisas que tinha para te dizer.

Certos dias acordamos cheios de pensamentos,
lembranças e dúvidas sobre o que conversamos,
ou deixamos para dizer depois,
para as pessoas certas
e exatamente para aquelas pessoas,
que de alguma forma,
precisavam ouvir o que não foi dito.

No dia seguinte,
lembramos,
mas ao mesmo tempo esquecemos,
perdemos a própria compreensão
do grande e importante valor destas palavras,
que deixamos para um momento depois,
que muitas vezes não vai mais existir.

Silêncio nas palavras

Silêncio nas palavras

Acredito que a simples palavra não dita
Teria, naquele momento, resolvido as imprudências da vida,
ou acalmando um coração amargurado.

A facilidade do esquecimento,
do deixar para depois,
das palavras não ditas,
possuem um peso incalculável quando descobrimos,
lá na frente,
que tudo poderia ter sido diferente,
que poderíamos ter mudado o curso de alguma história,
que poderíamos ter cedido à experiência
e em poucas sílabas ter criado o mais belo discurso
da amizade,
da força,
da fé,
da paixão e compaixão.

Este é o momento de dizê-las

Este é o momento de dizê-las

Se chegou o momento de dizer algo para alguém,

Continue Lendo

PELA JANELA, DO LADO DE FORA

Existem formas,
existem sonhos,
existem pessoas que mudam,
pessoas que circulam,
gestos que renovam,
existem perguntas e respostas,
existem um pouco mais e um pouco menos do mundo.

Pela janela,
observamos os sonhos.
Do lado de fora,
vivemos.

Um pouco mais e um pouco menos do mundo

Um pouco mais e um pouco menos do mundo

Uma curta distância,
porém uma das mais difíceis estradas.
Um passo curto repleto de cuidado,
um braço esticado cheio de receio.
Ou seja,
uma longa curta distância.
Um mar inteiro rumo a um pequeno rio.
Um céu inteiro para chegar até a ponta do arco-íris.
Um sonho, que pode representar toda uma vida.

Uma distância longa,
mas na verdade o caminho certo da felicidade, ou não?
Um passo curto para garantir um sonho inteiro de boas risadas,
um aperto de mão como gesto de segurança.
Ou seja,
Um pequeno rio, de águas limpídas e puras para nos banhar,
Umas poucas nuvens escuras, para ter um azul limpo e cheio de energia,
O verdadeiro sonho de vida.

Continue Lendo

INVADIRAM MEU MUNDO

Me fizeram de fantoche,
me tacharam de astronauta,
rediscutiram minha existência,
despedaçaram meus sinais vitais,
brincaram de louco e perseguido,
me aprisionaram em minha verdade.
E ainda, sem perder tempo,
questionaram minha própria vontade.

Questionaram minha própria vontade

Questionaram minha própria vontade

Enfim, virei personagem de filme,
palavra no dicionário proibido,
erva venenosa,
e a estrada errada do caminho.
Arrancaram de mim, minha privacidade,
e meu tempo.

Virei questionamento,
desejando ser sonhos,
virei impureza,
desejando ser flores,
virei indesejável,
quando meu único desejo era ser respeitado.

Respeito

Respeito

Mas como assim?
Invadiram meu mundo e me bloquearam,
me rasgaram por dentro.

Continue Lendo

Jeff Wendell 2015 . Todos os direitos reservados.

Voltar ao topo